06/01/2014 às 08:20h
Haddad quer recuperar usuários de drogas da Cracolândia com oferta de empregos
Em evento com Padilha, prefeito também anunciou a municipalização de hospital

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, anunciou nesta segunda-feira (6) que em janeiro deve começar uma nova operação na Cracolândia. Haddad afirmou que é preciso "aprender com o passado" e não adotar nenhuma ação "higienista". Uma das estratégias da cidade será dar empregos aos viciados em drogas, em áreas como zeladoria, inspirado em projeto introduzido na Holanda.

— Vamos dar oportunidade de a pessoa fazer um tratamento, de entrar na frente de trabalho, essas pessoas terão apoio para encontrar nem que seja um quarto digno para poder se acomodar e sair da rua.

De acordo com o prefeito, num censo feito na região, o poder executivo municipal constatou que a maioria dos dependentes de droga da região da Luz é formada por egressos do sistema prisional.

Na primeira agenda conjunta de 2014 com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT), Haddad também anunciou a municipalização de um novo hospital na capital paulista. Trata-se do Hospital Vasco da Gama, no Belém, na zona leste, que teve a estrutura comentada pelo ministro. 

— O Hospital Vasco da Gama é muito importante como estrutura de retaguarda.

Os dois inauguraram uma unidade da Rede Hora Certa, no Hospital Sorocabana, na Lapa, na zona oeste. A Prefeitura também planeja municipalizar o espaço e está em tratativas com o governo de São Paulo, responsável pelo prédio. A estimativa da Prefeitura de São Paulo é de que a reforma do local custe R$ 60 milhões.

Haddad afirma que a passagem para a administração municipal de hospitais particulares fechados são "oportunidades" que a capital não pode perder.

— O Vasco da Gama está há quatro anos fechado. O Santa Marina (que foi municipalizado) estava há quatro anos fechado [...] Esse aqui (Sorocabana) estava fechado foi reaberto um andar com AMA (Assistência Médica Ambulatorial). Agora, estamos abrindo segundo andar com a Hora Certa e prospectando os próximos cinco.

A Rede Hora certa inaugurada no Hospital Sorocabana terá capacidade de realizar 8.400 consultas, 2.100 exames e 200 cirurgias por mês.

No ano em que o PT tenta conquistar o governo do Estado nas eleições, o prefeito de São Paulo ainda pretende iniciar as obras de outros dois hospitais, em Parelheiros, na zona sul, e na Brasilândia, na zona norte. Haddad afirmou que pretende superar a meta da Prefeitura paulistana, de criação de 1.000 leitos.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121