27/07/2017 às 10:08h
Mulher grávida é presa por integrar quadrilha de ladrões de caminhões

 PJC/MT


Uma ação rápida dos policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), da Polícia Judiciária Civil, levou a prisão de Aline Priscila de Souza, 29 anos, foi presa por integrar uma quadrilha especializada de roubos de caminhões. A mulher, mesmo grávida de 8 meses, atuava firmemente nas ações criminosas do grupo.

PJC/MT

Na última sexta-feira (21), Aline participou do roubo de um caminhão, nas proximidades de um supermercado na Rodovia Emanuel Pinheiro, em Cuiabá, estrada que liga Cuiabá ao município de Chapada dos Guimarães (67 km da Capital).

Em uma picape Strada branca, Aline, e outros dois homens abordaram o caminhoneiro V.P.L e seu ajudante A.P.J, alegando a contratação de um serviço de frete/mudança. As vítimas seguiram o veículo para atender a oferta de trabalho e até uma estrada vicinal próxima a Rodovia.

Frente a uma porteira, armados, os rapazes e Aline anunciaram o assalto. Imediatamente os o caminhoneiro e seu ajudante desceram do veículo, e foram conduzidos sob força física para o meio de um matagal, onde foram amarrados a uma árvore. Para intimidar as vítimas, os assaltantes efetuaram disparos com as armas e faziam ameaças.

Foram 12 horas em cativeiro até que as vítimas fossem liberadas pelos criminosos. Assim que alcançaram o perímetro urbano, V.P.L e A.P.J procuraram ajuda e registraram a ocorrência.

Durante a apresentação dos documentos na Delegacia, o caminhoneiro percebeu que por “equívoco” um dos assaltantes havia entregue a ele a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Uilton Alves Oliveira foi então identificando como um dos homens que participaram do assalto.

Policiais foram até o cativeiro e nas buscas por pistas dos criminosos, encontraram cupons fiscais de compra de alimentos realizadas em um comércio próximo. As vítimas confirmaram que consumiram os itens constantes na nota e os policiais seguiram então até o comércio.

No local havia câmeras de videomonitoramento de segurança. As imagens cedidas pelo comércio auxiliaram nas investigações sobre o envolvimento de Aline no crime. No vídeo, uma mulher com as características de Aline aparece comprando alguns alimentos na data e hora registrada no cupom.

Aline responde por diversos crimes, inclusive, no último dia 11 foi autuada pela participação em um roubo a outro caminhão do mesmo modelo, ao qual foi designada ao uso da tornozeleira por estar gestante.

A picape branca utilizada pelos criminosos foi localizada pela Polícia Militar (PM) abandonada em via pública, no bairro Canjica em Cuiabá, nesta terça-feira (25).

A localização de Aline foi dificultada devido às inadimplências no uso da tornozeleira, explica o delegado adjunto da Derrfva, Marcelo Martins Torhacs. “O monitoramento eletrônico deve ser ininterrupto, porém, a Aline sabia como desativar o equipamento. No dia do crime, há o registro no sistema da desabilitação do aparelho”, explicou o delegado.

Apesar das irregularidades no uso do equipamento, foi o monitoramento das localizações, vez ou outra quando ativo, que levaram os policiais ao paradeiro de Aline.

A condição de gestante foi usada como '‘imunidade’' pela própria assaltante no momento da prisão. Aline afirmou aos policiais em tom de deboche que não ficaria presa por estar grávida.

Os policiais continuam em investigações para localizar o caminhão roubado e o paradeiro de Uilton Alves Oliveira e o outro rapaz, ainda não identificado que participaram do assalto no dia 21 de julho.

Aline vai responder pelos crimes de associação criminosa, roubo majorado e receptação.

O delegado Marcelo Martins Torhacs representou pela conversão da prisão em flagrante da suspeita, em prisão preventiva ou a decretação subsidiária de sua prisão preventiva. O delegado sugeriu à aplicação de medidas cautelares diversas a prisão, ou seja, prisão domiciliar cumulada com monitoramento eletrônico, buscando assim cessar a reincidência em práticas criminosas.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121