04/10/2017 às 06:14h
Comandante de Batalhão é afastado após saída de coronel preso

Karine Miranda/GD


Reprodução/Facebook

Wendel Sodré foi afastado do comando do 3º BPM

O comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Wendel Soares Sodré, foi afastado do comando após denúncia de que o ex-chefe da Casa Militar, coronel Evandro Alexandre Ferraz Lesco, tenha deixado a prisão para fazer compras nesta quarta-feira (4).

Lesco está preso desde o último dia 27 no referido batalhão por decisão do desembargador do Tribunal de Justiça, Orlando Perri, que determinou a prisão de oito envolvidos no esquema dos grampos ilegais, além de 15 mandados de busca e apreensão e uma condução coercitiva, na Operação Esdras.

Apesar da prisão, o coronel Lesco teria deixado a unidade para ir a uma farmácia no bairro CPA 4, em Cuiabá. Ele teria feito compras e sacado dinheiro no caixa-eletrônico.

O caso está sendo apurado junto a Corregedoria da Polícia Militar e também pela Polícia Civil no inquérito, instaurado no âmbito do Tribunal de Justiça, que apura a existência dos grampos ilegais em Mato Grosso.
Uma funcionária da farmácia teria reconhecido o coronel e foi conduzida para prestar depoimento. Além disso, a polícia requereu imagens das câmeras do local para confirmar se tratava-se do coronel.

Grampos ilegais - Lesco é acusado de apresentar os militares responsáveis pela realização dos grampos ao coronel Zaqueu Barbosa, incumbido pela criação do Escritório/Núcleo de Inteligência.

Além disso, o coronel teria dado ordem a um militar para evitar a qualquer custo que o então secretário Siqueira fosse preso por envolvimento no esquema para "não fragilizar o grupo" que teria grampeado ilegalmente centenas de pessoas entre políticos, jornalistas e até membros do judiciário.

Também seria de responsabilidade de Lesco o pagamento de R$ 24 mil a um militar para aquisição do Sistema Sentinela, de gravação, bem como a contribuição, por alguns meses, para o pagamento do aluguel da sala comercial onde o escritório de inteligência funcionava.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121