04/10/2017 às 06:32h
Governos se acertam por Copa do Mundo de 2030 em Argentina, Paraguai e Uruguai

Gianni Infantino, Horácio Cartes, Mauricio Macri, Tabaré Vázquez e Alejandro Domínguez na Casa Rosada© Divulgação Gianni Infantino, Horácio Cartes, Mauricio Macri, Tabaré Vázquez e Alejandro Domínguez na Casa Rosada

Primeiro, os presidentes da Fifa, Gianni Infantino, e da Conmebol, Alejandro Domínguez, se reuniram na manhã desta quarta-feira em Buenos Aires com o mandatário do futebol argentino, Claudio Tapia, tendo Wilmar Valdéz, o homem-forte uruguaio, também presente.

Depois, Infantino e Domínguez se encontraram com Mauricio Macri (Argentina), Horácio Cartes (Paraguai) e Tabaré Vázquez (Uruguai) - os presidentes das nações - na Casa Rosada, sede do governo argentino, para discutir a questão da Copa do Mundo de 2030.

Até que, em entrevista coletiva, o acerto foi confirmado: os três países vão tentar receber conjuntamente o evento especial dentro de 13 anos, exatamente no centenário da primeira edição.

Em princípio, o governo uruguaio procurou o argentino para saber da possibilidade de receberem juntos a Copa. Então, o Paraguai "se intrometeu" ao acenar que também queria ser sede, o que irritou os primeiros campeões do mundo, e uma reunião foi agendada para aparar as arestas.

Agora, o trio de países começará os trabalhos pela candidatura, com a primeira reunião devendo acontecer no começo de novembro.

"Uruguai, Argentina e Paraguai merecem ter em 2030 o Mundial", declarou Tabaré Vázquez em entrevista coletiva na Casa Rosada.

Macri afirmou que a primeira ideia é que Paraguai e Uruguai recebem a Copa em "dois ou três estádios", enquanto a Argentina terá jogos entre "oito e dez" arenas.

A partir de 2026, o Mundial terá a participação de 48 países.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Bem Mais Comunicação - CNPJ 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Jose Paulo DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 2121