04/01/2018 às 01:42h
Ronaldo 'Fenômeno': 'Na minha época era mais difícil ser o melhor do mundo'
ESPN


Eleito três vezes melhor jogador do mundo pela Fifa (1996, 1997 e 2002), o ex-atacante Ronaldo polemizou nesta quinta-feira ao sugerir em entrevista que Lionel Messi e Cristiano Ronaldo têm vida mais fácil do que ele na hora de ganhar prêmios.

O argentino e o português dominam há uma década a premiação da Fifa, com cinco troféus para cada lado.

Para o brasileiro, porém, eles não possuem concorrência à altura, enquanto o "Fenômeno" brigava contra vários outros craques.

"Na minha geração a competição (para ver quem seria o melhor do mundo) era muito maior do que agora, sem querer menosprezar Messi e Cristiano", disse o atual embaixador do Real Madrid ao Sports Bild.

"Eles (Messi e CR7) seguirão competindo entre els para ver quem é o melhor do mundo nos próximos anos. Já na minha época, havia Zidane, Rivaldo, Figo, eu, Ronaldinho... Essa foi uma geração na qual ser o melhor era muito mais difícil", completou.

Nas vezes em que ganhou o prêmio da Fifa, o "Fenômeno" ficou sempre à frente de grandes craques.

Em 1996, venceu os atacantes George Weah, do Milan, e Alan Shearer, do Newcastle.

Neste ano, aliás, ele se tornou o mais jovem atleta a receber o troféu de melhor do mundo, com apenas 20 anos.

Em 1997, bateu o lateral Roberto Carlos, do Real Madrid, o atacante Dennis Bergkamp, do Ajax, e o meia Zinedine Zidane, da Juventus.

Já em 2002, ficou à frente do goleiro Oliver Kahn, do Bayern de Munique, e novamente de Zidane, do Real Madrid.

Ronaldo ainda ficou em 2º lugar no prêmio em 1998, atrás de Zidane, e abocanhou um 3º lugar em 2003, novamente atrás de "Zizou" e desta vez também do atacante Thierry Henry, do Arsenal.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121