17/03/2018 às 01:13h
Fifa oficializa árbitro de vídeo na Copa do Mundo de 2018

© Fornecido por Goal.com
Agora é oficial. O Conselho da Fifa aprovou e o presidente da entidade, Gianni Infantino, anunciou, nesta sexta-feira (16), que o árbitro de vídeo estará presente na Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

O famoso VAR (sigla em inglês para Video Assistant Referee) começou a ser testado pela Fifa, em setembro de 2016, com partidas na sede da entidade. No mesmo ano, em dezembro, o árbitro de vídeo foi usado no Mundial de Clubes e, no ano passado, na Copa das Confederações.

"Sem o VAR, o árbitro comete um erro grave a cada três jogos. Com o VAR, comete um erro importante a cada 19 jogos. Isso é um fato. Fala-se também do que tempo que se perde. Talvez se fale de maneira muito emocional. Uma análise clara: se perde um minuto por jogo para corrigir uma decisão claramente errada. Com os laterais, hoje, em cada partida, se perde sete minutos. E um lateral não decide nada. Uma decisão do VAR muda um jogo", afirmou Infantino.

"É uma ajuda de verdade ao árbitro. Vamos ter um futebol mais transparente e mais justo. É o que queremos. O árbitro pode cometer erros, como todos. Se pudermos ajudá-los, é algo bom para o futebol. Na Fifa já se trabalha faz dois anos com VAR, com a tecnologia, para estar tudo pronto para o Mundial. Estamos com confiança absoluta na nossa equipe de árbitros", completou.

No entanto, segundo as regras da Fifa, nem todo lance polêmico poderá ter o auxílio do árbitro de vídeo. Somente quatro situações poderão ser analisadas:

Situações de gol

Marcação de pênaltis

Cartões vermelhos

Confusão da identidade de jogadores

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121