15/04/2018 às 12:28h
Dodge detalha ameaças de Eduardo Bolsonaro contra jornalista

Brazil’s Prosecutor General Raquel Dodge attends a meeting about the results and actions against corruption, in Brasilia: Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge durante evento da CGU para apresentar balanço de ações e resultados alcançados em 2017, realizado no Auditório do Banco Central do Brasil, em Brasília (DF) – 07/12/2017© Reuters Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge durante evento da CGU para apresentar balanço de ações e resultados alcançados em 2017, realizado no Auditório do Banco Central do Brasil, em Brasília (DF) – 07/12/2017

A procuradora-geral da República Raquel Dodge detalhou a denúncia, apresentada nesta sexta-feira, contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que ameaçou a jornalista Patrícia de Oliveira Souza Lélis. O parlamentar utilizou o aplicativo Telegram para dizer que acabaria com a vida da vítima e que ela se arrependeria de ter nascido. O episódio ocorreu após o filho de Jair Bolsonaro ter publicado em seu perfil no Facebookque estaria namorando a jornalista, que negou a informação.

Bolsonaro utilizou adjetivos de baixo calão, como vagabunda e otária, para ofender Patrícia. Questionado se as mensagens se tratavam de uma ameaça, o deputado respondeu ”entenda como quiser”. O parlamentar também menosprezou o alerta da jornalista de que estaria gravando a conversa. ”F*da-se. Ninguém vai acreditar em você. Nunca acreditaram. Somos fortes”, disse.

A denúncia confirma que o número está vinculado a Eduardo Bolsonaro desde 12 de dezembro de 2013, segundo a operadora Claro. Dodge destaca, ainda, que o denunciado teve a preocupação em não deixar rastro das ameaças dirigidas à vítima alterando a configuração padrão do aplicativo Telegram para que as mensagens fossem automaticamente destruídas após 5 (cinco) segundos depois de enviadas”. Em outro trecho, a imputação ressalta que foi ”clara a intenção do acusado de impedir a livre manifestação da vítima, valendo-se de ameaça para tanto”.

A íntegra da denúncia pode ser acessada no site do Ministério Público Federal.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121