19/12/2019 às 01:46h
Mauro assina medida com Bolsonaro e destaca agilidade para regularização fundiária

O governador Mauro Mendes afirmou, ontem à noite, em Brasília, que a medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, dará uma nova esperança para as famílias que aguardam a regularização fundiária de suas propriedades rurais em Mato Grosso. A MP é uma reivindicação dos Estados da Amazônia e ficará mais simples, por exemplo, a análise para concessão de títulos das terras fato que poderá beneficiar, segundo o Governo Federal, cerca de 300 mil famílias que estão em terras da União.

“A regularização fundiária é um dos problemas mais antigos do Brasil e traz grande impacto para as pessoas que vivem no campo, da agricultura familiar e até para muitas atividades de médio e grande porte. É um problema que precisa ter uma abordagem diferente para que gere resultados diferentes para o bem do Brasil e milhares de famílias”, afirmou o governador. A medida vai ao encontro do objetivo dos Estados, pois “ela bate de frente com alguns dos velhos problemas que emperram a regularização fundiária”,  “traz uma esperança nova para que tantas e tantas milhares de famílias espalhadas em todo o Brasil possam ter uma nova perspectiva de ter, enfim, o seu título de propriedade garantido pela lei”, destacou.

A regularização fundiária, na avaliação do governador, é fundamental para o desenvolvimento sustentável da região amazônica. Para ele, um dos grandes problemas enfrentados pelo estado, principalmente no que diz respeito ao crime ambiental, é identificar os culpados e autores dos delitos, pois muitas das áreas não estão regularizadas.

Outro aspecto positivo da regularização é a possibilidade de o proprietário poder financiar a própria produção, comprar equipamentos e investir de forma segura na propriedade.

O governador concluiu expondo que Mato Grosso, desde o início da atual gestão, entregou mais de dois mil títulos de regularização fundiária de terras que eram pertencentes ao Estado. Para o primeiro quadrimestre de 2020, a previsão é de mais quatro mil títulos.

Mauro esteve em Brasília juntamente com a primeira-dama Virginia Mendes e o presidente do Intermat, Francisco Serafim, informa a secretaria de Comunicação.

Só Notícias (foto: assessoria)
Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2020 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121