24/05/2022 às 06:50h
Trabalhadores foram confundidos com membros de facção
Da assessoria

[email protected]

Polícia Civil

Polícia Civil

Outros três alvos da Operação Discipulus 2, que cumpriu mandados contra envolvidos em um duplo homicídio ocorrido em Tapurah, no norte do estado, foram presos nesta segunda-feira (23), em Lucas do Rio Verde.

 

Os três alvos, dois adolescentes e um adulto, foram monitorados com apoio de equipes da Delegacia de Lucas do Verde e da Regional de Nova Mutum. Dois deles foram detidos quando se deslocavam em uma rodovia da região, em um carro de transporte por aplicativo.

 

O terceiro alvo foi preso em uma residência que estava usando como esconderijo. “Eles estavam se preparando para fugir para outro lugar. Encontramos mochilas com roupas na casa onde estavam escondidos, desde a deflagração da Operação Discipulus”, explicou o delegado de Tapurah, Guilherme Pompeo Pimenta Negri.

 

 

A Delegacia de Tapurah segue as buscas pelo paradeiro do quinto envolvido no crime, que está foragido. 

Operação Discipulus

 

No dia 19 de maio, a Delegacia de Tapurah prendeu um dos envolvidos no crime e cumpriu cinco mandados de busca e apreensão em endereços dos alvos investigados pelo duplo homicídio.

 

Conforme a investigação, dois jovens trabalhadores foram confundidos com integrantes de uma facção criminosa rival e executados brutalmente. As vítimas, identificadas como Riquelme Souza Félix, 22 anos e Joel Pereira da Silva, 26 anos, estavam desaparecidas desde o dia 29 de abril, quando não apareceram na empresa de construção civil onde estavam trabalhando.

 

A partir do registro do desaparecimento, a Delegacia da Polícia Civil iniciou as investigações preliminares para chegar ao paradeiro dos dois rapazes. No dia 06 de maio, a delegacia recebeu uma informação de que havia dois corpos em uma área de mata, próximo ao limite com o município de Itanhangá, a quase 45 quilômetros de Tapurah.

 

Os corpos estavam decapitados, já em decomposição e com mãos e pés amarrados. Após investigação, a Polícia Civil chegou à identificação dos cinco autores do crime, sendo três adultos e dois adolescentes.

 

A investigação contou com apoio da DHPP de Cuiabá, por meio do núcleo operacional de repressão a homicídios praticados por organização criminosa coordenado pelo delegado Caio Albuquerque. 

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2022 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121